Saudades, MSN!

Desde 2015, o WhatsApp é o mensageiro mais popular do Brasil. Mas, apesar de toda facilidade que ele nos trás, não substitui o MSN Messenger, queridinho no início dos anos 2000 que se findou em 2013. Hoje só nos resta a saudade, não é? Para viver um pouco dessa nostalgia, relembre, na lista abaixo, 7 recursos do MSN que, infelizmente, ainda não chegaram ao WhatsApp.

1) CHAMAR ATENÇÃO

Nem adianta falar que você não fazia, rs. Sabe quando você fala com uma pessoa no Whats e ela demora horas para responder? Pois é, no MSN havia o botão “Chamar atenção”. Ao clicar nele, a janela da conversa tremia e emitia um som agudo. Esta função, apesar de irritante, cumpria bem o seu objetivo e praticamente obrigava o contato a dar atenção à mensagem recebida.

2) MUDAR A COR DO NOME E DA FONTE NA CONVERSA

As configurações do MSN também permitiam mudar a cor e a fonte do seu nome, ou "nick". Com isso, a criatividade rolava solta. Alguns usuários exageravam tanto nas customizações que os seus nomes ficavam praticamente irreconhecíveis.

3) TROCAR O "SUBNICK" POR MÚSICA

Quando o assunto era mandar uma indireta, nada funcionava tão bem quanto o "subnick" do MSN. A função, semelhante ao status/recado do WhatsApp, tinha integração com alguns players de música, como o Windows Media Player. Assim, sempre que você estivesse ouvindo alguma canção neste tocador, o nome da música e do artista era mostrado para seus contatos. Você também podia escolher uma frase de impacto e exibi-la no programa, esperando que alguém notasse.

4) MUDAR O STATUS DE DISPONIBILIDADE

Uma funcionalidade bem interessante do MSN era dizer qual a sua disponibilidade para conversas. Havia o ícone verde, que significava “disponível”. O amarelo significava “Ausente”, ou seja, você estava online, mas não estava à frente do PC e poderia demorar a responder. O vermelho significava “ocupado” e indicava que você não podia conversar naquele momento. E tinha ainda o branco, que era o “invisível”. E falando nisso... Quem nunca entrou como invisível para poder puxar assunto apenas com quem queria sem ser importunado por mais ninguém?

5) CRIAR ATALHOS DE TECLADO PARA EMOTICONS

Era o máximo se comunicar por meio de figurinhas e carinhas que, diga-se de passagem, eram muito mais variadas e divertidas do que as que temos hoje no WhatsApp. Alguns atalhos eram tão populares que ainda são usados nas mais diversas redes sociais, como o (yn) para expressar boa sorte, e o famoso (L) para coração. A variedade dos emoticons era gigantesca! O usuário podia, inclusive, baixar pacotes de emoticons de diversas temáticas. O plugin MSN Plus! também trazia uma grande quantidade deles. O mais interessante era que, se você visse algum emoticon do qual gostasse muito, bastava clicar com o botão direito para salvá-lo. Assim, era possível usá-lo sempre que quisesse.

6) WINKS

Você lembra dos Winks? Tinha gente que adorava mandar e outros que odiavam do fundo do coração. Winks são figuras animadas que pulavam na frente da tela e interrompiam qualquer atividade que você estivesse fazendo. E, como se não bastasse, elas ainda tinham som. Assim como os emoticons, os Winks eram bem variados. Tinha porco pulando na tela, homem arrotando, carinhas apaixonadas mandando beijos e outras animações.

7) SABER QUANDO ALGUÉM FICAVA ONLINE

Quando alguém ficava online no MSN, uma janelinha aparecia no canto da tela para informar que a pessoa tinha entrado. Essa notificação era acompanhada de um som inesquecível. Alguns usuários utilizavam esse artifício para chamar a atenção. Eles entravam e saíam várias vezes para que a notificação fosse exibida diversas vezes na tela dos amigos. Muitas vezes a quantidade de “janelas de notificação” era tamanha que não cabia em nossos pequenos monitores. No WhatsApp, para saber se alguém está online, é preciso abrir a janela de conversa da pessoa constantemente, o que não é nada prático. /techtudo

E aí, é só a gente que queria o MSN de volta? Ahh, bons tempos! 👥

Tags:


veja também


Total de comentários ()

Voltar para lista de notícias