Parabéns, Lagoa Seca! Antiga Vila de Ipuarana!

Hoje, 4 de janeiro, é o aniversário de Lagoa Seca, que se desmembrou de Campina Grande nesta data no ano de 1964 e completa hoje 54 anos! Com um nome peculiar, não se sabe se a cidade tinha, de fato, uma lagoa seca em seu território, mas, na década de 30, recebeu a nomeação de Vila de Ipuarana, que significa lagoa ruim/seca em tupi!

Com 27.543 habitantes distribuídos ao longo de 108 km² de área, o município possui um turismo forte, seja natural, religioso ou cultural. As principais atrações ecológicas do local são a Cachoeira do Pinga e o Sítio Amaragi, parque arqueológico com arte rupestre semelhante às encontradas na Pedra do Ingá - podendo haver alguma ligação entre os povos das duas regiões!

Quanto as eventos religiosos, existe a Gruta da Virgem dos Pobres, visitada por vários fiéis nos domingos e dias santos, e o Convento Ipuarana, ocupado por um centro de convenções e conhecido pela sua bonita estrutura arquitetônica. Por fim, a cidade é conhecida também por suas casas de shows, como a Vila do Forró e o Vale do Jatobá.

No meio disso tudo, fica o Restaurante da Branca, fundado há 26 anos por Maria do Socorro Silva, de 55 anos, nossa homenageada! Branca é casada, tem dois filhos e é conhecida em toda a região pela sua galinha de capoeira, bode, pamonha e canjica! A cozinheira e empresária ainda fornece pamonha e canjica para Lagoa Seca inteira e cidades vizinhas, como Campina Grande. Cliente nossa e parceira antiga da empresa, Branca já cansou de dar entrevistas para as TVs do estado, que a procuram devido aos seus talentos gastronômicos! Mesmo assim, ela continua sendo uma figura humilde, pé no chão e, acima de tudo, querida por toda a população de Lagoa Seca.

Parabéns Branca e Lagoa Seca! Aqui é mesmo o nosso lugar! 🌽👏


veja também


Total de comentários ()

Voltar para lista de notícias